Centro de Medicina Hiperbárica Protásio Alves (CMHPA) - Porto Alegre
Saiba mais sobre a Clínica Hiperbárica Protásio Alves

A Hiperbárica Protásio Alves

O Centro Avançado de Tratamento de Feridas e Queimados Hiperbárica Protásio Alves (CMHPA) atua no segmento da oxigenoterapia hiperbárica. O tratamento é regulamentado pelo Conselho Federal de Medicina e realizado com o mais seguro e moderno equipamento: a câmara hiperbárica. O CMHPA é formado por uma equipe multiprofissional capacitada e especializada por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem, comprometidos em oferecer um atendimento humanizado, técnico, rápido e seguro. Desta forma, aos nossos pacientes, somos capazes de fornecer um diferencial no que a oxigenoterapia hiperbárica pode proporcionar e aos médicos que indicam o tratamento, toda tranquilidade e segurança de uma terapia confiável e de resultados.

Saiba o que é a Hiperbárica Protásio Alves

O que é a terapia hiperbárica?

Método terapêutico em que o paciente inala 100% de oxigênio durante um determinado período de tempo, dentro de um ambiente selado com pressão atmosférica superior a que encontramos à nível do mar.

Câmara Multiplace:
Comporta até 10 pacientes.
A aplicação da OHB (Oxigenoterapia Hiperbárica) é o único método terapêutico conhecido por atingir um grande volume de Oxigênio fornecido aos tecidos. O tratamento leva a cicatrização mais rápida e com menores perdas teciduais de lesões agudas ou crônicas com inflamação, infecção, necrose ou alterações imunológicas. Seus efeitos são tanto diretos quanto indiretos, fornecendo oxigenação local para que as demais medidas terapêuticas possam ser efetivas (adjuvantes). Diversos estudos concluíram que o custo do tratamento, quando se utiliza a Oxigenoterapia Hiperbárica é a médio e longo prazo, mais barato que o custo do tratamento convencional, empregado repetidas vezes. Isso se deve pela diminuição do tempo de internação e de uso de antibióticos, e propicia uma abordagem menos agressiva nas intervenções cirúrgicas. Também observamos uma redução de custo emocional para o paciente, seus familiares e amigos. O conselho Federal de Medicina e a Associação Médica Brasileira, desde 1995 reconhecem formalmente os benefícios.


A aplicação da OHB (Oxigenoterapia Hiperbárica) é o único método terapêutico conhecido por atingir um grande volume de Oxigênio fornecido aos tecidos.

O tratamento leva a cicatrização mais rápida, e com menores perdas teciduais, de lesões agudas ou crônicas com inflamação, infecção, necrose ou alterações imunológicas. Seus efeitos são tanto diretos quanto indiretos, fornecendo oxigenação local para que as demais medidas terapêuticas possam ser efetivas (adjuvantes).

Diversos estudos concluíram que o custo do tratamento, quando se utiliza a Oxigenoterapia Hiperbárica é, a médio e longo prazo, mais barato que o custo do tratamento convencional, empregado repetidas vezes. Isso se deve pela diminuição do tempo de internação e de uso de antibióticos, e propicia uma abordagem menos agressiva nas intervenções cirúrgicas. Também observamos uma redução de custo emocional para o paciente, e seus familiares e amigos.

O conselho Federal de Medicina e a Associação Médica Brasileira, desde 1995, reconhecem formalmente os benefícios.

Equipe Médica

Equipe Médica



Médico Responsável

Dr Inácio Augusto Lobraico Cordeiro - CRM 16857




Enfermeira

Ana Carolina Fournier - COREN 457501




Técnica de Enfermagem

Rejane Crestani - COREN 150107



Tratamento e benefícios

Benefícios do Tratamento Hiperbárico:

Efeito Primário:

• A pressão parcial do Oxigênio pode ser aumentada, muitas vezes além da pressão que é atingida pela respiração do ar nas condições atmosféricas.
•Durante o tratamento, a pressão aumenta em até 20 vezes. O fator que controla esse grau de elevação é a pressão absoluta atingida no interior da Câmara Hiperbárica enquanto o paciente respira Oxigênio puro.

Efeito Secundário:

• Efeito Angiogênese:
O estímulo básico para a angiogênese é a hipóxia. A hipóxia localizada pode resolver-se espontaneamente após algum tempo, na maioria das vezes isso não ocorre, pois devido à falta de Oxigênio no local, há bloqueio nos processos que seriam mobilizados para essa resolução. Assim, o tratamento de Oxigenoterapia Hiperbárica promove condições para neovascularização. Nestas condições, processos refratários à regeneração devido à isquemia passam a reagir, e lesões com complicações mostram processo regenerativo mais rápido.
•Efeito Antibiótico:
O próprio aumento do oxigênio gerado pela terapia proporciona ação bactericida, bacteriostática, fungicida e fungiostática, aumentando a ação dos macrófagos. No caso de alguns antibióticos, agem em sinergismo com hiperóxia, potencializando seu efeito.
•Efeito Bioquímico:
A hiperóxia hiperbárica permite através da hiperoxigenação celular o deslocamento de reações bioquímicas, envolvendo substâncias tóxicas ou toxinas biológicas. São os casos de intoxicação por monóxido de carbono, cianeto e seus derivados, além de intoxicação por animais peçonhentos.
•Efeito Vasoconstritor:
O aumento considerado de oxigênio no plasma, por si só, eleva a uma vasoconstrição, resultando em uma diminuição do edema, sem comprometer o aporte de oxigênio no tecido devido à hiperoxigenação.
•Efeito Cicatrizante:
Em qualquer lesão tecidual em que o oxigênio não atinja pelo menos 40mmhg no tecido, há uma deficiência na regeneração do mesmo. A hiperóxia estimula as células envolvidas na cicatrização, principalmente o fibroblasto.
•Efeito Mecânico da Pressão:
A introdução de ar no Sistema Nervoso e Arterial, pode levar a embolia gasosa, cerebral, levando a comprometimento neurológico grave. Aumentando-se a pressão ambiente e após reduzindo-a lentamente consegue-se diminuir o tamanho original das bolhas
•Efeito Osteogênese:
A hiperóxia permite uma melhor atividade dos osteoblastos.

Indicações

Em 1995, o Conselho Federal de Medicina reconheceu, em sua resolução n° 1.457/95, em quais situações clinicas pode ser empregada a Oxigenoterapia Hiperbárica como tratamento adjuvante.

• Gangrena Gasosa:
Mionecroses e celulites clostidianas.

• Infecções necrotizantes de tecidos moles:
Gangrena bacteriana progressiva, celulite anaeróbica crepitante, fasceíte necrotizante (Síndrome de Fournier), miosites e outras infecções necrotizantes em hospedeiro comprometido com etiologia presumida por anaeróbicos ou mista.

• Doença de Crohn.

• Isquemia Periférica Aguda:
Lesão por esmagamento, isquemia traumática, reimplantação de extremidades amputadas, complicações de pré ou pós operatório de obstrução arterial, tromboangeíte obliterante, vasculopatias alérgicas ou medicamentosas. Pé diabético.

• Lesão de tecidos moles com regeneração refratária:
Lesões refratárias no diabetes, escaras de decúbito, ulcerações em insuficiências arteriais ou arterites. Osteomielites: Crônica, refratária e aguda de alto risco.

Intoxicação pelo monóxido de carbono ou cianeto e seus derivados.

• Enxertos e retalhos comprometidos:
Cutâneos, cartilaginosos ou mistos.

• Necrose por radiação:
Necrose de tecidos moles, radiodermite e osteoradionecrose.

• Micoses Refratárias:
Actinomicose, aspergilose invasiva. Embolia gasosa decorrente de trauma ou acidentes disbáricos.

• Embolia traumática pelo ar.

• Anemia pós hemorrágica.

• Doença Descompressiva.

• Queimaduras:
Químicas, térmicas e elétricas.

Informativo

• O tratamento é feito com sessões diárias de, aproximadamente 90 minutos; sem vírgula após aproximadamente./b>

• É obrigatória a troca de roupas do paciente por outra 100% algodão fornecida pela clínica.

• Contraindicamos o uso de substâncias com cafeína uma hora antes e até uma hora após as sessões.

• A nicotina também é contraindicada durante o tratamento;

• Não é permitida a entrada na câmara com nenhum tipo de material eletrônico;

• Remover qualquer material metálico como brincos, anéis, colares, óculos, relógios, piercings, entre outros;

• Não usar maquiagem, cremes, esmaltes, gel nos cabelos, desodorantes, perfumes e produtos à base de álcool

• Remover lentes de contato e próteses auditivas.

• Comunicar ao médico o uso de marca-passo;

• No caso de pacientes com feridas, não é necessário à mesma estar aberta, uma vez que o efeito da Oxigenoterapia Hiperbárica se dá através da respiração, de forma sistêmica;

• Os pacientes em tratamento devem avisar imediatamente se tiverem alguma alteração como febre, coriza, dor no corpo, dor de ouvido e/ou erupções de pele;

• O tratamento é acompanhado pelo médico e supervisionado pela equipe de enfermagem, (enfermeiros e técnicos de enfermagem).

Ambulatório para Tratamento de Feridas Crônicas e Complexas

Serviços disponíveis:

• Oxigenoterapia

• Terapia por Pressão Negativa

Aplicação de Coberturas Especiais:

• Alginato Sódio e cálcio

• Carboximetilcelulose

• Espuma de Poliuretano:

• Tela de Silicone

• Sulfadiazina de Prata

• Óleo de Ácidos Graxos.

• Polihexametileno de Biguanida.

• Entro outros...

• Venha fazer uma avaliação conosco e conhecer as opções de tratamentos disponíveis!

Atendemos convênios e particular

Lista de convênios credenciados

• Agemed

• PASBC – Banco Central

• Bradesco Saúde

• CAAL (Cooperativa Agroindustrial Alegrete)

• Cabergs

• Centro Clínico Gaúcho

• Cis/Caí

• Danamed

• Doctor Clin

• Elo Saúde

• Funsa – Aéronautica

• Fusex

• Gboex

• Ipe

• Mediservice

• Saúde Caixa

• Saúde Rural Alegrete

• Saúde Pas

Eventos, Cursos e Reuniões Científicas


Disponibilizamos de aluguel de espaço para eventos, cursos e reuniões científicas

• Alta tecnologia nos cuidados com feridas complexas: aplicação de pressão negativa (VAC) com abordagem da legislação, orientações e manuseio do curativo. 17/07/18 - inscrições abertas até 16/07/18. Local 1: 10h às 12h - av protásio alves, 4761 - Porto Alegre - http://www.hiperbaricaprotasioalves.com.br/ Local 2: 14h às 16h - rua tiradentes, 130/106 – Canoas - http://www.canoasdayhome.com.br/cursos-e-eventos/qualificacao-profissional/

•Cuidados com Lesões de Pele Crônicas e Complexas da teoria à prática: Avaliação e aplicação de coberturas especiais com abordagem da Legislação, Técnicas de curativos e manuseio de coberturas especiais. 17/07/18 inscrições até 19/07/18 Local 1: 08h às 10h - av protásio alves, 4761 - Porto Alegre - http://www.hiperbaricaprotasioalves.com.br/ Local 2: 16h às 18h - rua tiradentes, 130/106 – Canoas - http://www.canoasdayhome.com.br/cursos-e-eventos/qualificacao-profissional/

• Punção venosa periférica para Enfermagem com abordagem da legislação, orientações da ANVISA e prática em acesso periférico artificial. 18/07/18 - inscrições abertas até 17/07/18 Local 1: 10h às 12h - av protásio alves, 4761 - Porto Alegre - http://www.hiperbaricaprotasioalves.com.br/ Local 2: 14h às 16h - rua tiradentes, 130/106 – Canoas - http://www.canoasdayhome.com.br/cursos-e-eventos/qualificacao-profissional/

• Investimento de R$ 30 reais cada

Envia nome completo e comprovante por email em Enfermeiratatianealves@gmail.com para confirmação de inscrição. Contato: Fone/WhatsApp (51) 981198121

Entre em contato conosco

Telefone:
(51) 3028-2476
(51) 3028-6204
Whatsapp
(51) 99771-7790

E-mail:
cmhpa@hiperbaricaprotasioalves.com.br

Acompanhe-nos nas redes sociais:

Fanpage Hiperbárica Protásio Alves
Perfil no Google+ de Hiperbárica Protásio Alves



Todos os direitos reservados à Hiperbárica Protásio Alves © 2015